Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para quem se encontra no fundo do poço (poema do subsolo)

Por um descuido
caiu o mundo e tudo se perdeu.
Ao subsolo lançado
seu mundo, seu tudo, seu eu.

Mas é no subsolo,
que se tem caudalosa,
a vista das pedras preciosas,
o calor e a umidade.

De lá que sai a água nascente,
o broto da semente,
que revolveu a terra
e buscou sob ela a fertilidade.

Não se sinta fraco
por estar no buraco.
Nesse momento a intenção
é que você perceba
sua posição.

Nas profundezas da vida
toda essa força dormida
na qual acredita ninguém.
Surgirá encantando os olhos,
assim como jorra o petróleo,
que habita o subsolo também.




LUCIANO AUGUSTO
Enviado por LUCIANO AUGUSTO em 10/03/2012
Código do texto: T3546686
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
LUCIANO AUGUSTO
Goiânia - Goiás - Brasil, 49 anos
232 textos (18069 leituras)
2 e-livros (1472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 03:02)
LUCIANO AUGUSTO