Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Era tudo sobre mim. Era minha vida. Era eu...

Sonhei com uma grande atração.
Um espetáculo com muitíssimos convidados.
Pessoas próximas, pessoas conhecidas e importantes.
Sonhei. E o sonho era bom... eu estava feliz!
No centro do palco... nada mais. Apenas eu.
Apenas eu. Mais nada, mais ninguém... apenas o que eu sou.

O primeiro ato começou e todos estavam animados.
Eu estava animado. Eu era o centro das atenções.
Todos me olhavam como se quisessem saber
o que viria a seguir, após cada segundo de cena.
No sonho, que era bom, eu não sabia qual o tipo de show.
Se era um romance, um drama... eu não sabia o que esperar.

Eu apenas estava lá. De pé. Diante de tantas e tantas pessoas.

E um filme se passava num enorme telão... atrás de mim.
Eu não podia me virar. Não sabia o que todos estavam vendo.
Não sabia qual espetáculo estavam assistindo. Se era romance...

Então percebi, que as imagens eram sobre mim. Era o meu show.
Era o meu show. Era a minha vida. Era eu... era tudo sobre mim...
No meu sonho, no meu sonho bom, era tudo sobre mim.
No telão, apenas eu, minha vida e tudo o que eu sou.
Era tudo sobre mim. E eu não sabia sobre o que era.
Não sabia qual sensação, qual emoção as pessoas experimentariam...
Mas, o que eu sabia, é que era tudo sobre mim.
Era minha vida. Era o que sou.

Percebi que algumas palavras estavam sendo ditas.
E a voz era minha. Contavam histórias e memórias minhas.
Mas eu não podia ver as imagens. Apenas via as pessoas.
Conhecidos, amigos, familiares e até alguns desconhecidos.

Algumas emoções surgiram no rosto de todos, e eram...
Oh, meu Deus! Eles estavam chorando!? Por quê?
Muitas lágrimas eram derramadas e então... tudo mudou!
Eles estavam apontando e rindo! Riam muito!
Eu não podia olhar para o telão, mas eu estava ali.
Bem no centro do palco, de pé. Eu era o espetáculo.

Foi então que pude me virar, e ver... o show! E era eu!
Nesse instante, eu chorei! Eu não poderia rir... jamais!
Todos riam, e o show era sobre mim. O show era eu.

Percebi, não sem choro e dor, que o show... era uma comédia!
E todos riam. Não podiam se controlar. Riam muito!
Mas, não riam da piada, porque eu era uma piada ruim... mal contada!
Eles riam de mim, o motivo da piada, a verdadeira piada...
Ali, de pé, parado... apenas sendo o show. Sendo a piada!

Só então percebi, que no meu sonho, o show era eu...
O show era uma comédia onde todos riam e eu chorava...
Eu era uma piada. Uma piada muito ruim, mal contada!

O show era eu. A piada era eu. E todos riam de mim...
Porque a piada era eu... apenas uma piada ruim...
Uma piada ruim, esperando que as pessoas rissem de mim...
Mais uma vez! E outra! E outra! E outra! E ainda mais outra...
Jony Marcos Martins
Enviado por Jony Marcos Martins em 10/11/2019
Reeditado em 29/11/2019
Código do texto: T6791933
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Jony Marcos Martins
Laranja da Terra - Espírito Santo - Brasil, 35 anos
132 textos (19071 leituras)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 21:30)
Jony Marcos Martins