Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pássaro ferido

Um poema arisco pousa no alto do galho,
E olha de soslaio o coração em frangalhos;
Aparição tétrica, sem métrica, se estica...
Na certa, se cerca houvesse, seria mística.

Cercando os sonhos, e ceifando as flores,
Prenderia as cores em atos escusos e dores;
Dilaceraria a alma, despedaçaria o coração,
Em pedacinhos incertos, repletos de solidão.

Um poema livre bateu asas, voou no céu,
Poesia ofertou amplidão, adocicou com mel;
O papel do poeta que caiu ao chão, abatido...
Por setas, penas machucadas, pássaro ferido.

(2015)
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 11/09/2019
Código do texto: T6742837
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1389 textos (42974 leituras)
2 áudios (117 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 19:32)
Meri Viero