Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADE


Sentada na beira da cama
Noite quente
Vento paralisado
Pensamentos em dilema
Alguns tontos outros santos
Desalento, desabamento de emoções.
Saudades de matar a saudades
Suspiros nostálgicos
Insanidades afloram, habitam meu eu
Quero correr
Retornar aos anos dourados
Plim Plim varinha mágica
Atenda meu pedido
Desilusão a frente do espelho
Pedido negado
Escorre pelos olhos a dor da saudades
Dor dolorida, fere mais que lâmina das guerras medievais
Corta a carne
Estraçalha a alma
Impõe sua força desproporcional ao meu corpo fragilizado pelo tempo e o vento.
Saudades pra quê?
Ninguém me vê
Xô pensamentos
Vou dormir o sono dos justos
Eluciana Iris
Enviado por Eluciana Iris em 19/10/2019
Código do texto: T6773997
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Eluciana Iris
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 49 anos
2 textos (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 21:30)
Eluciana Iris