Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANTO À BELÉM.

Quero expandir o meu canto
Nas asas leves de um curió cantador
e dançar a tua mais bela dança
No bailado lindo de um beija-flor.

Morena, me embala nas tuas sombras
e não me deixas de ti escapar
Quero sempre estar por perto
Quero sempre poder te olhar.

E permitas que o meu canto,
Ainda que fora do tom,
possa mostrar para o mundo
A alma da nossa gente
A beleza exuberante do teu luar.

Menina, no embalo da tua rede
Deixa-me cantar as tuas belezas,
O enorme rio do teu pescador,
O cheiro característico do teu solo,
O arome embriagador do teu amor.

Da fofóia do açaizeiro
Deixa-me tocar o teu céu.
Deixa, por um instante, eu ser Tarzan
E entre as tuas mangueiras,
Voar em cipó.
Deixa, no final da tarde,
Eu namorar a tua filha
Dançando Carimbó.

Edson Neves - CANTO À BELÉM.
Edsonneves
Enviado por Edsonneves em 06/09/2019
Reeditado em 15/09/2019
Código do texto: T6738917
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Edsonneves
Belém - Pará - Brasil
23 textos (482 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/07/20 07:11)