Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANTO À BELÉM.

Quero expandir o meu canto
Nas asas leves de um curió cantador
e dançar a tua mais bela dança
No bailado lindo de um beija-flor.

Morena, me embala nas tuas sombras
e não me deixas de ti escapar
Quero sempre estar por perto
Quero sempre poder te olhar.

E permitas que o meu canto,
Ainda que fora do tom,
possa mostrar para o mundo
A alma da nossa gente
A beleza exuberante do teu luar.

Menina, no embalo da tua rede
Deixa-me cantar as tuas belezas,
O enorme rio do teu pescador,
O cheiro característico do teu solo,
O arome embriagador do teu amor.

Da fofóia do açaizeiro
Deixa-me tocar o teu céu.
Deixa, por um instante, eu ser Tarzan
E entre as tuas mangueiras,
Voar em cipó.
Deixa, no final da tarde,
Eu namorar a tua filha
Dançando Carimbó.

Edson Neves - CANTO À BELÉM.
Edsonneves
Enviado por Edsonneves em 06/09/2019
Reeditado em 15/09/2019
Código do texto: T6738917
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edsonneves
Belém - Pará - Brasil
10 textos (114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 06:12)