Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amália Rodrigues

 

          Aquele dia tinha cheiro a rosmarinho nas ruas.
          Meus passos vageavam sem rumo.
          Uma cascata de luz produziu-se,
          ao sentar-me no berço da lua.
          Aquele dia foi tudo tão devagar... tudo ao redor
          não sentimos.
          Aquele dia acorrentei-te umas palavras
          e, tu fos-te comigo, te levei a um prado
          saboreás-te meus lábios escondidos
          e os teus, sentiram-se comigo.
          Aquele dia da semana, o sol se transformou em lua
          pássaros se metiam nos ninhos
          e o desejo nos cobriu, ficámos sós.
          Aquele dia, foi o dia primeiro
          dos cheiro dos girasóis.
          Janelas se abriram aos ventos
          nos envolvemos nos lençois.
          Aquele dia esteve escondido dos Deuses
          nós sem o sabermos, o transformámos no por do Sol.
          Aquele dia, naquele dia, mesmo nesse dia
          fiquei com saudade de ouvir a tua voz.


         Ouvindo e recordando Amália Rodrigues (fado)!
Divavid
Enviado por Divavid em 20/08/2019
Código do texto: T6724463
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1078 textos (53791 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/09/19 13:17)
Divavid