Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Corre menina...

 
Ah! Chegou o tempo das jabuticabas.
Corre, corre menina senão tu te acabas
e já não provarás de seu doce mel...
Não lerás a poesia dos negros poás 
bordejando os caules dos novembros de lá.
Corre menina. O tempo é um carrossel
 
e vai passando pelo rústico quintal,
despindo a jabuticabeira da veste nupcial.
Seu talhe agora já oferece o doce fruto
na transparência do penhoar verde-claro.
A fertilidade ali aflorada no ritual já tão raro...
Ah! Menina, menina, o tempo é tão astuto!
 
Ele passa por memórias plantadas. Ah! Passa...
Passa pela epifânia dos risos, mas logo grassa
ramificando saudades e lembranças tantas.
Por isso, corre menina, senão te arrependes
de não sentir o cheiro antigo...  Não entendes?
Pois te digo: corre e adoce tua garganta...
 
Pois não há entre nenhum outro desse fruto
que de meninas revolve passados tão brutos!
Veja as recordações pelo quintal mumificadas,
esperando-te nas quentes manhãs de primavera
para estalar em tua boca qual néctar de quimera.
Corre menina. Recorde-as tão leves e açucaradas!
 
 


PS : poema criado hoje. As imagens são da roça de meu pai e as cliquei em 19 de novembro de 2017 e fiz a montagem. O poema é um lamento na verdade, porque esse ano as jabuticabas amadureceram mais cedo e não fui lá. Pretendia ir semana passada, mas não deu certo e só irei em novembro. Portanto quando for já verei essas lindezas e gostosuras. Felizmente meu querido papai trouxe para nós esse fim de semana.

 

Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 31/10/2018
Código do texto: T6490988
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia de Fátima Machado Silva
Coromandel - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
1297 textos (55919 leituras)
13 áudios (653 audições)
2 e-livros (139 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/08/20 10:00)
Sonia de Fátima Machado Silva

Site do Escritor