Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

outra vez

outra vez eu chego e bato em tua porta
implorando o teu perdão
outra vez eu chego pra você que desconversa
e só me diz que não
outra vez é madrugada e sinto falta
do teu corpo e de tuas mãos
outra vez eu deito e rolo em minha cama
sinto a marca da solidão

outra vez eu tomo um drink
e me desfaço no escuro a te procurar
nas paredes do meu quarto só encontro
tua imagem a me pertubar

deixe eu entrar de novo
na tua vida
deixde eu roçar teu corpo
e seja bem-vinda
deixe eu beijar teus lábios
minha querida
medhusas
Enviado por medhusas em 30/01/2009
Código do texto: T1413737

Comentários

Sobre o autor
medhusas
Rondon do Pará - Pará - Brasil, 56 anos
50 textos (2372 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/11/20 16:09)