Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESCULPE-ME, AMO-TE

Desculpe-me, amo-te.

Por mais que outras tantas
Venham a possuir o meu corpo
Não será nada mais que isso.

Essas mulheres que falham
Ao tentar decifrar-me,
São indubitavelmente mais corajosas que eu.

Sou tão cretino ao trata-las assim,
Como simples objetos que a qualquer momento
Podem ser repostos.

Desculpe-me, mas falta-me coragem.

E sequer suponho crer
Na possibilidade de dividir
A minha vida com que quer que seja.

Talvez um dia o amor
Me atropele sem eu ao menos perceber,
Mas por enquanto não.

Por enquanto amo-te,
E isso me basta.
M Bezerra
Enviado por M Bezerra em 15/11/2008
Código do texto: T1284831

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
M Bezerra
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 34 anos
8 textos (257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/02/20 18:52)
M Bezerra