Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As Rosas do meu Jardim

Nosso jardim está sempre perfumado
Pelas rosas lindas que plantamos juntos
As cores continuam alegres e vivas

Os beija-flores chegam e partem felizes
Dividindo espaço com as borboletas
Num festival de graça e harmonia

E eu sentada aqui na varanda observo
Cada plantinha nova em cada amanhecer
Procuro acreditar que aqui nada mudou

Mas as lágrimas fogem ao meu controle
Lavando meu rosto como seus beijos faziam
Nas tardes ensolaradas de nossos dias

E as lembranças de tantos momentos felizes
Chegam ferindo e me roubando o ar
Deixando-me mais uma vez triste a sonhar

Porém as rosas amarelas do meu jardim
Tão queridas feito amigas de longa data
Me olham singelas e alegres feito querubins

 Elas me ofertam tanta coisa boa
Que mesmo amargurada volto a realidade
Sentindo um arrebol de luz a me iluminar

Deve existir sim um propósito divino
Em tudo que sonhamos e vivemos
 Nós devemos ser como as rosas

E sempre nascer para a vida com alegria
Procurando semear dentro de nós um jardim
Fértil de amor, florido de amigos

Se as rosas amarelas do meu jardim
Não estivessem aqui colorindo meus dias
Tua partida seria o meu fim.
Olhosdepoeta
Enviado por Olhosdepoeta em 22/06/2008
Reeditado em 01/05/2011
Código do texto: T1046446
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Olhosdepoeta
Piracicaba - São Paulo - Brasil
72 textos (9627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/08/20 22:40)
Olhosdepoeta