Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em torno de um soneto

(Ao primo Darcy pelo estímulo que me tem proporcionado)


Inteligente sois e beletrista!...
Das letras pátrias, verdadeiro esteta,
Sois locutor e exímio jornalista,
E agora sei que sois, também, poeta.

O mesmo sangue em nossas veias corre.
Há em nós dois os mesmos sentimentos.
A mesma inspiração a nós ocorre,
Unindo corações e pensamentos...

É que nascestes em Porto Murtinho,
Em meio ao pipilar do passaredo...
A mata, o céu, o rio bem pertinho,
Inspiração vos deram ainda cedo...

É que eu nasci além de Cuiabá,
Numa fazenda, em rancho de sapé,
Onde, cedinho, vinha o sabiá
Com seu gorjeio pra me por de pé.

Havia lá, também, um ribeirão,
A mata virgem por detrás do monte,
O campo aberto, a lua na amplidão,
Meu triste olhar, perdido no horizonte!...



Novembro de 1961.
Antonio Lycério Pompeo de Barros
Enviado por Antonio Lycério Pompeo de Barros em 27/11/2008
Código do texto: T1305483
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Antonio Lycério Pompeo de Barros
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 98 anos
177 textos (6717 leituras)
22 áudios (289 audições)
32 e-livros (1568 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 21:10)
Antonio Lycério Pompeo de Barros