Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta para ela

Você, você é uma graça, uma doçura de mulher, simpática, empática. Queria eu poder ficar ao seu lado o dia todo, ser motivo desse seu sorriso bobo. Mas bobo sou eu, fico assim, pareço ter 15 anos, apesar dos meus anos vividos e meus cabelos... nem vou falar dos meus, mas os teus cabelos sim, me deixam sem ar, são fios de seda entrelaçados, pretos. Te coloco nesse pedestal, faço tu minha rainha central, mas sei que és só uma menina, atrás dos seus olhos verdes, apesar de tudo sempre serás essa menina, quem dá risada pelos cantos, torce pelo time errado e se apressa para chegar em casa e enfim terminar o dia. Já eu não, faço só o que me convém, não sou muito aquém,  mas quando se trata de você eu paro tudo, paraliso e entro no meu paraíso, em uma mensagem escrita, de voz, um telefonema ou até mesmo quando penso que estás a pensar em mim. Porque a vejo como a mulher que és, uma menina, uma flor amante, uma sereia que me afogas a noite. Podes viver na minha poesia, és amável e tu merece tudo, tudo o que eu puder a ti escrever. A.
Paulo Acácio Ferreira
Enviado por Paulo Acácio Ferreira em 29/01/2021
Reeditado em 30/01/2021
Código do texto: T7171649
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Paulo Acácio Ferreira
Campinas - São Paulo - Brasil, 45 anos
366 textos (10567 leituras)
23 áudios (936 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 14:36)
Paulo Acácio Ferreira