Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto da Alma Prisioneira

Ecoa a tua voz em minha cabeça
Faz rolar uma lagrima oleosa
Este poder que não deixa que eu esqueça
De teus lábios vermelhos cor de rosa

Não posso evitar que o mal aconteça
Ou fugir desta sina venenosa
Vou me iludir com tuas falsas promessas
Vou me afastar desta dor caprichosa

E dos céus vão cair flocos de desejos
Que incendeiam meu sangue quando a vejo
Fazendo do meu corpo uma fogueira

Mulher de sonhos que me enche de tesão
Faz deste meu amor loucura e perdição
E m'alma uma louca prisioneira.
alexandre montalvan
Enviado por alexandre montalvan em 10/07/2020
Código do texto: T7001526
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
alexandre montalvan
São Paulo - São Paulo - Brasil
690 textos (30538 leituras)
302 áudios (8343 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 00:26)
alexandre montalvan