Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na madrugada

A madrugada se aproxima,
Na porta, ela já me espera.
A rabisco na minha rima,
Essa paixão já me devora.

No calor da nossa cama,
Ela se transmuta em fera.
Na poesia tem enigma,
Ela já sabe e me explora.

Somos nesta página um poema,
Que a madrugada nos inspira.
Somos num só um grande drama,
Versos doces em quimera.

Na cama teu corpo o meu reclama,
Da vontade em verdade se apura.
Na loucura que é somente gama,
A dor da solidão, que logo cura.

Nas madrugadas a gente se ama,
Com todas as nossas frescuras.
Neste fogo que já nos queima,
Dando vida as nossas loucuras.

Assim o amor sempre nos chama,
Nos banhando na nossa ternura.
Espalhando no ar o nosso aroma,
Nessa paixão que nos transfigura.

Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.
Joabe o poeta
Enviado por Joabe o poeta em 15/06/2020
Reeditado em 15/06/2020
Código do texto: T6977913
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Joabe o poeta
Rondonópolis - Mato Grosso - Brasil, 46 anos
698 textos (31856 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 03:19)
Joabe o poeta