Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pobre Menina Pobre

Pobre menina pobre que de seu leve sono acorda
É uma brisa que lhe bate as orelhas
O sussurrar do vento nas telhas
É o leve bater da porta

Vejo em seu rosto um assombro esvaído
No toque do travesseiro de espuma
E seu sono que era só uma pluma
A procura de um sonho
Vivido

Já não lhe fere o seu desencanto
Ela não quer contar ovelhas
Talvez apenas queira
Ouvir o vento entoar o seu canto
 
Vejo nos seus olhos uma noite desfigurada
Em um sono que não mais importa
Serão o zunir dos vendavais
Em sua porta
A verdade é que nada a conforta

Pois seu azul virou cinza
Na refração da água estagnada
Não há nem o sono da madrugada
É só mais um sonho que nem começa e já finda
alexandre montalvan
Enviado por alexandre montalvan em 21/05/2020
Reeditado em 22/05/2020
Código do texto: T6953916
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
alexandre montalvan
São Paulo - São Paulo - Brasil
691 textos (30555 leituras)
303 áudios (8351 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 09:47)
alexandre montalvan