Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Angústia de um poeta

Quão triste ter um coração mole
Feito manteiga a derreter
Só pensa em ti, toda hora
Ansiando pra te ver

Dói-me até a espinha
Calafrios posso sentir
Penso quanto mais distante
Mais quero estar perto de ti

Quanto mais resisto
Mais quero te ver
Quanto mais insisto em não pensar
Mais penso em você

Quão triste estar apaixonado
Sentir a invasão da saudade
Que esmaga meu peito por dentro
Dor que demora uma eternidade

Quanto mais relutante fico
O amor facilmente me desarma
Quebra toda a armadura que edifico
Perfura-me feito uma faca.
Ruan Vieira
Enviado por Ruan Vieira em 27/12/2019
Código do texto: T6827959
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Ruan Vieira
Propriá - Sergipe - Brasil
272 textos (3760 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/08/20 03:09)
Ruan Vieira