Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COBERTOR DE LUA

Não foi un sonho.
Deitar- me num mar
de sabores, emoções e
cantos pecaminosos nu,
impossível ser sonho.

Posso relatar como o Dalí,
evitando ser obsceno,
mas preciso que chegue
a você minha obra cubista:
"Meu cobertor de lua".

Entre abraços, beijos e
carícias, às miles,
foi subtraído na planície
sua, toda nua, até desaparecer
sem fim.

O branco de seu solo e
as curvas voluptuosas
foram envolvendo o meu eu,
e sem perceber perdi toda
identidade sendo, apenas, acessório.

Nem lembro o final de tudo,
só que foi necessário
navegar para não morrer,
máximo que viver seria
via para mais trafegar.

Ò química de desejos e
amores ardentes,
cuja fórmula conseguiu
que um cobertor de lua cobrisse
minha alma e astro rei de luz.

Angelyto
Enviado por Angelyto em 14/09/2019
Reeditado em 08/10/2019
Código do texto: T6744823
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Angelyto
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 59 anos
192 textos (2707 leituras)
11 áudios (154 audições)
10 e-livros (225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/19 08:08)
Angelyto