Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teu nome

Nessa poesia cabe o amor que longe voa
A solidão e a saudade, coração não doa...
Deixa a rima falar de alegria, de coisa boa
Do tempo que vai passando, amor ressoa

Em cada rima singela  desenho teu nome
Lê como se não lhe pertencesse, some...
O teu ao meu, e terá o amor, então o tome
Façamos um brinde, beber e matar a fome

Ao gosto de um agosto invernal; as flores
Estarão nos esperando cheias de cores...
Pois, nesse poema, amor, não cabe dores
Cabe versos, perfumes, bombons, licores.

Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 01/08/2019
Código do texto: T6710246
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 48 anos
1354 textos (42109 leituras)
2 áudios (98 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 05:25)
Meri Viero