Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto Indecente

É com altivez que sobe pelas pernas
Uma poesia que nasce do nada
E do nada se dispersa eterna
Não há ninguém que a governa

E ela te suga a flor perseguida
Vermelha rubra que se abre melosa
E te faz repensar a tua vida
Vida que é suave e pouco cor de rosa

A emoção que transborda espontânea
Com verbo que acelera o coração
O amar que é da natureza humana

Que trás ao corpo poderosa sensação
Pela força da palavra soberana
E da poesia que nasce do tesão.
alexandre montalvan
Enviado por alexandre montalvan em 02/07/2019
Reeditado em 03/07/2019
Código do texto: T6686412
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
Soneto Indecente - alexandre montalvan

Comentários

Sobre o autor
alexandre montalvan
São Paulo - São Paulo - Brasil
660 textos (29877 leituras)
289 áudios (8017 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 04:28)
alexandre montalvan