Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Condomínio

Quero ser ternura no amor,
nunca caricatura...
Quero ser tradução de entrega,
não de loucura...

Nossos egos, como fogo inquieto,
queimava por completo nossa mistura.
Neste tema, contávamos com soluções
que desatasse nós e nossos mistérios...

Nos limites, os hormônios relaxam o corpo,
pressionam nossos egos e nossos id,
na iminência do encontro amoroso...

Mas o superego da moça,vigilante, percebe,
em tempo e alerta, imediatamente, aos egos:
Assim, não; como amante não, criatura!


 
Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 20/05/2019
Reeditado em 21/05/2019
Código do texto: T6651875
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1575 textos (38235 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/07/20 16:48)
Eligio Moura