Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEUS SENTIDOS

Meus sentidos sempre despertos,
desde sua chegada a minha vida,
esperam a chuva dos estímulos, sim, que
sabem vendrá de você, por eles percibida como
a fonte encantadora, incentivo de suas funções
para me dar vida e múltiples prazeres.

Prazeres humanos e divinos que são
o fundamento da dependência irremediável
com que vivem os meus sentidos,
porque de seu corpo e as virtudes que o configuram
desprendem-se cheiros, como calor, sabor, belleza e
  aullidos dos quais comem, se alimentam e crescem.

Eles sabem, como eu, que ao não poder desfrutar
de toda você haverá acabado tudo e a morte sobrevirá.
Angelyto
Enviado por Angelyto em 21/03/2019
Código do texto: T6603821
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Angelyto
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 59 anos
216 textos (3645 leituras)
11 áudios (173 audições)
10 e-livros (284 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 17:52)
Angelyto