Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ASAS

Não é igual. Não é igual e definitivamente não é igual
Quando você está e sou bem amado e cuidado como um bebê,
Que ausente, distante e sem melodias românticas, igual não é
Porque converto-me, quando fico sem seu amor, em animal.

Se pudesse utilizaria asas de fogo, amor e vento para chegar
Onde escondida você está de minhas saudades e corridas,
Locais recônditos que com arte, sabor e brilho dão vida;
Ah! Estando ali de novo irei rir, gozar e me alegrar.

Vivendo de suas pinturas em horas tristes com frequência me agarro
Ataco meu eu selvagem e com assertivas enormes voo até ali,
Não canso, vibra meu ser todo no deságue torrencial.

Nessa hora em desmaio do seu vestido edênico me amarro,
Certo que envolvido entre seus encantos, de onde nunca parti
Quemado pelo seu manto amoroso, feliz, desfrutei amar.
Angelyto
Enviado por Angelyto em 04/11/2018
Reeditado em 04/11/2018
Código do texto: T6494510
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Angelyto
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 59 anos
191 textos (2635 leituras)
11 áudios (153 audições)
10 e-livros (225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 02:15)
Angelyto