Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PHENIX . . .

Im memorium: Angela
Sempre amada esposa.

Não sei do impacto das emoções.
Que meus versos poderão causar.
Aqueles que os lêem.
Quanto a mim.
Só me acalmam.

Eu,
Se renascesse das cinzas.
Como se fosse phenix.
Em desdobramentos de imagens.
Veria as penas se sobrepondo.

Ainda cheio de duvidas e anseios.
Em alcançar novos voos.
No medo e tristezas, aguardando do pó.
Voltar à estrutura e ocupando.
Novos espaços físicos.

O coração e mente são os mesmos.
Tendo você como minha guia.
Estás nele.

Deste amor só tenho o enlevo.
Talvez não neste planeta.
Mais entre as estrelas estarei.
No nosso ponto de reencontro.
Como o encontro da nossa primeira vez.




MIGUEL ANGELO DOMINATO
Enviado por MIGUEL ANGELO DOMINATO em 04/10/2018
Reeditado em 28/01/2019
Código do texto: T6467920
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MIGUEL ANGELO DOMINATO
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil
304 textos (3737 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 16:15)
MIGUEL ANGELO DOMINATO

Site do Escritor