Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUSA É MUSA

Meu amor,

Obrigado pela compreensão sem cobranças,
Pelo temor do amanhã sem desespero,
Principalmente pela fé inabalável...

Minha tigresa,

Obrigado pela maturidade,
Que descontrai na medida certa,
E me tranquiliza na cama, afastando as feras...

Minha doçura,

Que deus todo poderoso abençoe sua palavras,
Que são fonte de mel e bondade,
Farol a guiar a minha alma na sua direção...

Meu Bebê,

Os tempos de solidão já não existem,
E o tempo de lembranças tristes, o sopro de teu amor levou,
E já esboço em minha face, o novo sorriso... do novo amor...

Minha Tagarela,

Se não te param, ninguém te pega,
Mas eu amo teu jeito tagarela, falando com as mãos e a boca,
Que eu calo como ninguém, no beijo e na pegada...

Minha Musa,

Não existem palavras suficientes para um samurai,
Homenagear s sua gueixa,
Não existem o bem e nem o mal único... nem certo ou errado,
E nesta simbiose, você é minha musa...

E já que és minha abóbora também,

Saibas que adoro te comer com camarão na moranga,
E que sei esperar o tempo de nossa maturidade e de nossa liberdade,
Para poder saborear meu prato predileto... Abóbora, minha musa!

Gustavo Miranda
Enviado por Gustavo Miranda em 22/07/2017
Código do texto: T6061707
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Miranda
Recife - Pernambuco - Brasil
1032 textos (25086 leituras)
8 áudios (338 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 07:15)
Gustavo Miranda

Site do Escritor