Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR ETERNO

Se eu morresse hoje, nada precisaria levar comigo,
Além do amor vivido por ti, a muitos anos,
Ao tempo em que éramos jovens, e o amor, parecia para sempre...

E o mundo parecia nosso...
E tudo, parecia perfeito!
Mas não era...

Todos os dias eu te esperava, debaixo de nossa árvore,
Onde, à canivete, gravamos os nossos nomes, moldura de amor,
Gravação que jamais cicatrizou, na árvore, em meu coração...

Mas...
O mundo parecia nosso...
E tudo, parecia perfeito!
Mas não era...

Muitas vezes eu voltei sozinho ao nosso santuário,
E lá, sozinho, fiquei por horas a fio, esperando você chegar,
Mas se minha espera jamais fatigaria, tão pouco a tua chegada viria...

E o mundo parecia nosso...
E tudo, parecia perfeito!
Mas não era...

Seu sorriso inocente cegou-me a visão, Tirésias tornei-me!
Teu beijo desencaixado, roubou-me o paladar!
E no meu vagar perdido em teus olhos lilases, tento preencher lacunas d'alma minha...

Mas...
O mundo parecia nosso...
E tudo, parecia perfeito!
Mas não era...

Depois de ti meu amor,
Não desejo mais viver,
Mas ainda assim vivo pois é preciso,
Na imprecisão das coisas vãs...

E o mundo parecia nosso...
E tudo, parecia perfeito!
Mas não era...

Meu eterno amor, eu sei como foi o dia de ontem,
Mas eu não sei, amor meu, como será o dia de amanhã,
E nem mesmo isso importa diante do hoje sem... Tu.

Mas...
O mundo parecia nosso...
E tudo, parecia perfeito!
Mas não era...
Nunca foi.






 
Gustavo Miranda
Enviado por Gustavo Miranda em 19/07/2017
Código do texto: T6059416
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Miranda
Recife - Pernambuco - Brasil
1047 textos (28821 leituras)
8 áudios (339 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 20:48)
Gustavo Miranda