Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Que Tristeza Danada

Que tristeza imensa
que sangra em meu peito
hoje eu sei, não tem jeito
de ser eternamente feliz
meu Deus que foi que eu fiz
quantas saudades
de um eterno momento de amor
de um corpo amado
do calor
de estar apaixonado
de contar as estrelas do céu.

Imensa é esta dor cruel
que me deixa dividido
entre a loucura e a emoção
entre o desespero e o sorriso
entre a perda e a solidão.

Serpente venenosa a solidão
que me devora a alegria
que envenena o meu dia
escurece o sol do meio dia
e trás as sombras ao meu olhar
e me lança as trevas da noite
para a danada da tristeza
poder me encontrar.
alexandre montalvan
Enviado por alexandre montalvan em 02/12/2015
Reeditado em 02/12/2015
Código do texto: T5468043
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
alexandre montalvan
São Paulo - São Paulo - Brasil
686 textos (30492 leituras)
301 áudios (8306 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/08/20 13:43)
alexandre montalvan