Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Degredo

Nada traz tanta dor
inexorável e fria
concreto,aço,sangue... Analogia!
marcam a minha poesia.

Negros olhos atrás de barras de aço
amputam sonhos, troncos e braços
é a realidade em uma cloaca
que esmaga a alma vencida
é a vida na ponta da faca
é estrada que exauri a vida
debilitando os aflitos
ceifando dos homens o futuro.

Serão escritos...
Um grito lançado no escuro!
Deus!!! Sufoque os meus gritos!
alexandre montalvan
Enviado por alexandre montalvan em 10/10/2015
Código do texto: T5410637
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
alexandre montalvan
São Paulo - São Paulo - Brasil
690 textos (30538 leituras)
302 áudios (8343 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 15:21)
alexandre montalvan