Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os sonhos da amada!

Na fria calada da noite
perdidos na madrugada
traçando uma dança eterna
os sonhos da Deyse vagam

Em meio à roda eles criam
tons alegres, compassados
ajuntados em cantigas
de figuras e de lapsos.

"Vem brincar, pequena Deyse"
diz um sonho empolgado.
Mas, coitada, com vergonha
responde:"Não, obrigada!"

Os sonhos seguem girando
na ciranda que criaram
uns com versos mais alegres
outros com versos mais graves

um nos traz a doce vida
e outro as coisas passadas.
Canções de pura nostalgia
enchem os cantos do quarto.

"Vem brincar, pequena Deyse"
chamam-na do outro lado.
Mas com meio sorrisinho
ela diz: "Não, obrigada!"

Os sonhos ficam doidos,
todos querem convidá-la
pra dançar a cirandinha
baixo a lua de prata.

Todos querem um sorriso
que se abra em sua face,
os sonhos tecem um mundo
só de flores habitado

onde a tristeza não caiba,
nem o dia seja um fardo,
um repouso merecido
pela lida que se passa.

"Vem brincar, pequena Deyse"
E ela até fica empolgada,
mas a noite ta acabando
e ela diz: "Não, obrigada..."
Tiago da Silva
Enviado por Tiago da Silva em 18/06/2013
Código do texto: T4347892
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tiago da Silva
Afogados da Ingazeira - Pernambuco - Brasil, 29 anos
462 textos (12171 leituras)
3 áudios (299 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 14:49)
Tiago da Silva