Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bafo de rosas.

A maldade está transformando
O sonho em felicidade
No instante singular que aquece sua garganta
Com minha língua que não arranha
Mais arde por dentro das suas roupas

Boquinha sedutora
Você é o açucar dos tarados
Chama a atenção até da atenção
Sabe se lá

Uma obra de arte ultrapassada
Um minuto de cada segundo
Tem um bafo do maravilhoso
Cheiro do seu hálito conjugal

1_2_3_, 1 milhão de bocas
Se não serve te sirvo como um servo
Te dou um ou dois então
Menos é mais em vão

O seu gosto me menospreza a razão
Quando me perco me atrevo
Num incêndio maior que a tentação
Ao seu lado pelos lados me aproximo
De frente apanho pelas costas te apanho

E você volta todas noites como uma gatinha fazendo miau.
Á alma é barata
Enviado por Á alma é barata em 02/02/2011
Reeditado em 02/02/2011
Código do texto: T2767993

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Á alma é barata
Suzano - São Paulo - Brasil, 33 anos
162 textos (4860 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 20:57)
Á alma é barata