Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhar 46

Mesmo sabendo
Que te olhar não tira pedaço
Olho fundo, olho detalhadamente
Mesmo sabendo
que já te sei décor
Olho com a boca que reconhece o sabor
Sempre fresco feito uma oferta de amor
Olho com o tato, demoradamente lento
Que vai sorvendo arrepios incontroláveis
Mesmo sabendo
Ser renovável a cada instante
Ainda assim te olho com desespero
De quem nunca mais quer te perder de vista
Já que do olhar nasce sempre um libido
Um suspiro que arrepia e que conquista.
Olhosdepoeta
Enviado por Olhosdepoeta em 28/01/2011
Código do texto: T2757898
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Olhosdepoeta
Piracicaba - São Paulo - Brasil
72 textos (9627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/08/20 23:29)
Olhosdepoeta