Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Descobri em uma mulher.†

Olhos resplandescentes e brilhantes
Tristes e afetuosos
Que são mais lindos que o arco-íris no céu
Depois de uma chuva fininha de almas
Chega ao tom com seu acorde impetuoso e celestial
E de cores esverdeadas os mais fortes olhos verdes
Que os meus olhos poderiam agraciar

Seus cabelos loiros emancipados
Aos fios de seda dourados, que o vento alardea
Lá na onde se tecem o velos de ouro da coragem
Pro lugar enfático esgrandecido  que fez espetáculo a sua benção

Um sorriso que perpétua e conquista batalhas
A glória pela simpatia de onde me fez ama-la
A caneta que deus usou pra desenhar seu rosto
É o paraíso que contorna o seguimento por minha mão
Que toca a sua face com o carinho ao tocar uma deusa

Quando nos vemos flutuamos
Nos beijamos com fogos de artifício estardalhando
O luar em cores uniformes plácidas do nosso amor
Sem nos importar com o tempo imutável
Subimos em passeios pelo horizonte
Escalamos desejos e vivemos pelos sonhos
Onde nunca se acabam os sentidos reciprocos sublimes
DO NOSSO AMOR.
Á alma é barata
Enviado por Á alma é barata em 07/12/2009
Reeditado em 16/12/2009
Código do texto: T1964284

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Á alma é barata
Suzano - São Paulo - Brasil, 33 anos
162 textos (4953 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/08/20 18:22)
Á alma é barata