Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MARÍLIA

Ela não é exata,
Não é fração nem polinômio.
É complexa. É inteira.
Ela é monômio!
Ela é produto único
De fatores tão múltiplos:
Alma, coração e razão.
Das quatro operações,
Soma sensações,
Subtrai imperfeições
E divide emoções.
O amor que nela habita
Faz crescer e multiplica!

Não é conjunto unitário,
Pois seu viver não é solitário.
E é nesse conjunto infinito
Que mora o amor mais bonito,
Fruto da grande paixão
Com o dono do seu coração.

Os números, que não têm fim,
São perto dela algo assim:
Poucos e limitados,
Restritos e apagados.
Ela é intensa. Ela é real.
Não é nenhum decimal.
Ela é plena. É equação.
É velocidade. Interseção.

Por ser a ponta do vértice,
A paz e o amor se convertem,
Se inflamam e se propagam
E entre os que ama se espalham.

Assim é a linda Marília
Que não é a de Dirceu.
É a Marília dos números
Que a matemática escolheu.
É a Marília do Carlos,
Que com ela sonha acordado.
Também da Letícia e da Laura,
Geradas bem na sua alma.
É a Marília dos alunos,
Dos professores e amigos.
A Marília de todos nós
Que amamos o seu sorriso.

Marília, você é mais
Do que pode imaginar.
Nem a maior matemática
Vai poder te acompanhar.
Eu sou aquela amiga
Que na vida te conheceu
E que logo descobriu:
Você é perfeição de DEUS!
Nara Minervino
Enviado por Nara Minervino em 22/10/2019
Código do texto: T6776550
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nara Minervino
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 47 anos
137 textos (1140 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 17:22)
Nara Minervino