Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"AS CARTAS QUE NÃO ESCREVI"

Amigo!
Quantas vezes na caneta peguei
Por orgulho, vaidade e não escrevi
O tempo passou e sofri

Amigo!
Magoas e ressentimentos
Jamais iram se apagar
Sempre haverá o que se lembrar

Amigo!
Nem o presente ou futuro
Teria o poder em decidir
E não te escrevi

Amigo!
Não sei onde te encontrar
Quem sabe sentar
Apanas para relembrar

Amigo!
Diferentes caminhos
E o destino nos separou
O amigo no passado ficou

Amigo!
As cartas que não escrevi
Deixo-as todas aqui
Caminhos que hão de vir

Amigo!
Deixarei de existir
Mas além se os caminhos
Voltarem a se coincidir

Amigo!
Os olhos irei lhe fitar
As mãos te ofertar
Para juntos caminhar
Poeta do Nordeste
Enviado por Poeta do Nordeste em 19/08/2019
Reeditado em 19/08/2019
Código do texto: T6724189
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta do Nordeste
Taboão da Serra - São Paulo - Brasil, 62 anos
223 textos (2514 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 12:14)
Poeta do Nordeste