Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMAS DA Amanda Oliveira, Divinopolitana 2020 & "Ama e faz o que quiseres" - Santo Agostinho --


POEMAS DA AMANDA
"Amanda Oliveira" <amandartmbop@gmail.com>

JOVEM POETA DIVINÓPOLIS
2020

06/08/2020

Boa tarde professor,

Esses são os poemas em documento que me pediu.

Obrigada pelo apoi

1.

Todas as vias por onde posso percorrer
Uma apenas me interessa
Por sua face única, macia
A lua é a luz de toda posse
Manejada para controlar-me em fuga
Sem culpa nem peso
Eu vi o anoitecer
Parado, a luz escalda
Forte, outonal, é frio lateral...
Afundei enfim, não me busque.
Saudade das conversas noturnas,
Das leituras descompassadas...
Da firmeza em me revigorar
Já não existe mais a coisa toda
Por todo canto se desfaz
Já fui praticamente.

2.

Transcendência
A simples utopia de estar vivo,
A grande conjuntura de viver,
Mórbido amor e sorte,
O sonho que se repete...
De nada adianta, senão o máximo,
E por isso se vai, por que...
O máximo não existe, é sonho.
A vida que me aguarda repele,
Afoga-me no etéreo, vivaz e límpido.
Aos Alpes mais longínquos,
A fossa parece boa
Como um sopro a quem nada se tem
Longevidade a tudo o que se pode ter
Essas coisas são assim mesmo,
Perguntas inexploráveis, densas...
O medo de perder o que mal se tem.
É atitude deplorável de quem ama.
Ama coisas, lugares, pessoas, pousos leves...
Tenho medo de perder um talento,
Não deveria, mas é como se não existisse,
Não tivesse essência, matéria-prima...
Agradar a todos é impossível,
Agradar a si mesmo, nem tanto,
Não, se tiver a utopia correta.

3.

É impossível não devanear
Dentro de mim, me perdi
Coragem imaginária,
Subestimei minha mente a regressar.
 Onde posso me encontrar sem transbordar?
Não posso mais me enganar
A esses pensamentos ligeiros,
Fúteis, masoquistas, estrangeiros...
A tudo o que me consome arduamente.
Os museus vazios, ocultos...
São provas de que nada mudou
Continuou voltando e me matando
Repudiando o jardim, me corrompi.

4.

Trinta

A menina que sempre sonhou
Ouvindo seus álbuns apaixonantes
Que saltou, sorriu, dançou, se emocionou...
Colheu flores, deitou na grama,
Cantou, gargalhou, abraçou...
A mulher de trinta que recorda
Grandes reflexões ela acorda,
Carregando seus álbuns sonhadores
Viajantes, delirantes, fascinantes...
Aspira suas flores, toca a grama,
Chora, sorri, rodopia...
Lê seu poema de anos, tão bom!
Minha brilhante vida inteira
Em musicas, passos, contos...
Noites em claro de sonhos sem fim...
A cama sabe de tudo.


4.

Eu queria ser a lua
Eu queria ser a lua
E viver fantasiada
Pelas noites estreladas
Vivida, sendo invejada.
Antes ser a lua a ser o sol.
O sol explosivo não corrompe a lua,
Mas ascende suas lamparinas sem fim.
Eu queria ser a lua, dando banho no ar...
Eu queria ser a lua, no espaço de fuga,
Profunda, conquistadora, forte lua!
Eu queria ser a lua, sem pensar ou gritar...
Ladra lua de almas, corações fervescentes
Dos escombros da rotina, me salva
Gradativamente, a lua de desejos...
Eu queria ser a lua, por apenas uma noite...
A tua lua.

5.

Mil Montanhas
Fogo e força...
A força de mil montanhas
Que move as pedras em chão
Carrega consigo o desastre.
Foco. Me falta para seguir...
Só... queima minha pele
Ardente para sempre.
Os rios quentes não são em vão.
Eu sei. É mais pura honra.
Palavras e esboços se desprendem...
Levando consigo a maior,
Poderosa coisa que posso ter:
A força de mil montanhas.
Impulsionando meus ventos,
Guardam a fúria em sua passagem.


FONTE: "Amanda Oliveira" <amandartmbop@gmail.com>
_____

J B PEREIRA

"Ama e sê livre..."
"Deus caritas est".


 "Ama e sê livre..."

____

J B PEREIRA

Deus é amor,caridade
divinal é sempre!

O Divino Salvador Jesus
 se esvaziou totalmente
por amor,
alem de ser e nasce pobre,
morreu na cruz,
sem nada e nu...

Prova amor não há
que doar a vida por alguém
e no salvar.

Tudo por amo!
Um amor puro e divino: ágape....
amor incondicional e perfeitamente divino e humano...


Esta é a base da revelação bíblica: o QUERIGMA....

))))))))))))))))))))) _________________

Hoje é Dia dos Padres. Você já orou pelo padre agora!

J B PEREIRA

---- Ore comigo!!! --- São seres frágeis e pecadores como nós. Mas, são a presença viva e eficaz de JESUS (  = Sacerdotus Alter Chritus est! ) na Igreja, nos lares e na sociedade. Entre os seres humanos, são os  continuadores do Anúncio de Jesus a todos... Oremos pelo Bispo que nos crismou!

Oremos por todos, em especial os padres em crise, os doentes, os jovens, os tíbios, os desanimados, os empobrecidos, os que estão apegados a tanta coisa, ao luxo, poder, esquecem de orar, dos pobres...
 
Oremos pelo padre que nos Batizou, nos ministrou a missa, a Eucaristia, as confissões, os sacramentais e bênçãos da água, das chaves, da casa, dos doentes, do carro, da moto, das terras etc. Que testemunhou nosso casamento e Batizou nossos filhos. Oremos pelos que abandonaram o sacerdócio por vários motivos...

Os que estão na graça para que perseverem até na morte; aos que estão no pecado, a fim de que logo se arrependam ... Não morram no pecado mortal.
Pelos exemplares, os párocos, os vigários, os missionários, os frades, os freis, os que foram nossos amigos e professores, os pregadores, os que rezam o terço... Os padres cantores.

 ---  Entre espinhos das rosas&#127801;&#127801;&#127801;, a vida segue, ainda que tenhamos tantos espinhos. "

Embora tivesse motivos para chorar, aprendi a sorrir... E agradeci a Deus tudo que sei e amo como JESUS..."
Frei Orlando, falecido na II Guerra, animador dos soldados brasileiros, o modelo de Oração e dedicação dos Capelas militares.
J B Pereira
Enviado por J B Pereira em 05/08/2020
Reeditado em 06/08/2020
Código do texto: T7026978
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2537 textos (1497972 leituras)
30 e-livros (324 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/20 12:20)
J B Pereira