Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SINO DE BRONZE



Meu olhar pelas linhas
Buscando a paz do meu interior

Nas curvas  distantes
A visão me deixou

Sob o cair a noite
Eu canto no assobio
Riscando alegria

Serena degustando o café
Do alto só o chaminé
Envolto a bela mata

Na porteira o sino de bronze
Anuncia a visita
Entre os arvoredos
Busco conhecer
Quem está a chegar
 
Meu olhar se alegrou
Em pleno entardecer
Com o chamado

Uma  rica visita
Ofuscando o nevoeiro

Ela chega trazendo riquezas
Uma série de risadas
Com gostinho de grandeza
 
Falamos do anteontem
E do ontem com saudades
O hoje estou bebendo
Nessa noite abençoada

O amanhã!
Um improvável
 
Reverência ao grande  hoje
Que não me falta a memória!
Val Bernardino
Enviado por Val Bernardino em 29/05/2020
Código do texto: T6961400
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Val Bernardino
Barra de São Francisco - Espírito Santo - Brasil, 48 anos
155 textos (8560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 12:27)
Val Bernardino