Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Disposição

Poesia acordou e fez da chuva, arco-íris,
Ouviu boa música, e café amargo bebeu;
Acostumada  ao paladar; xícara e pires?
Copo de vidro, é mais um costume seu...

Poesia que andava sumida, coisa da vida,
Foi só colocar a primeira letra no Recanto;
Que acordou, bem  disposta, viva, colorida,
Disse que não promete, mas, por enquanto...

Veio arejar a casa, abrir as janelas, é o ano,
Que logo finda, só  mais um; 2020, já chega;
Vem dobrando a esquina; agora é cotidiano,
O novo, o velho; e poesia que calar se nega.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 10/11/2019
Código do texto: T6791857
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1389 textos (42981 leituras)
2 áudios (117 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 01:45)
Meri Viero