Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Disposição

Poesia acordou e fez da chuva, arco-íris,
Ouviu boa música, e café amargo bebeu;
Acostumada  ao paladar; xícara e pires?
Copo de vidro, é mais um costume seu...

Poesia que andava sumida, coisa da vida,
Foi só colocar a primeira letra no Recanto;
Que acordou, bem  disposta, viva, colorida,
Disse que não promete, mas, por enquanto...

Veio arejar a casa, abrir as janelas, é o ano,
Que logo finda, só  mais um; 2020, já chega;
Vem dobrando a esquina; agora é cotidiano,
O novo, o velho; e poesia que calar se nega.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 10/11/2019
Código do texto: T6791857
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 49 anos
1468 textos (46022 leituras)
3 áudios (170 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/07/20 02:35)
Meri Viero