Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coisas pra se guardar...

Lembranças boas de uma terna infância,
Banho frio de cachoeira, amor de irmã;
Abraço de mãe, o aconchego de criança,
Beijo de pai, tão bom quanto sol da manhã...

O primeiro amor, o primeiro choro do filho,
Os primeiros passos, segurados pelas mãos;
Depois o andar sozinho, o andar nos trilhos,
E a certeza dos valores enraizados no coração...

Pétala de uma rosa, página de um livro, segredo,
Guardados dentro do peito, um medo sem jeito;
Uma poesia em noites de insônia, um novo enredo,
Um brilho no olhar, um rosto que se faz perfeito...

Conversas de um passado bem-vindo, vívido,
Congelados entre sorrisos, risos e pensamentos;
Tudo ainda tão bonito, tão forte e tão nítido,
Permanecendo entre lembranças e acabamentos...

Que a alma trata de colorir, cada vez que descora,
Foi pelo sol, pela chuva, ou por uma outra história;
Coisas pra se guardar em espaços sem solidão,
Sem paredes, nem fotos, mas somente no coração.

(22/04/2015)
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 11/09/2019
Reeditado em 11/09/2019
Código do texto: T6742858
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 48 anos
1354 textos (42116 leituras)
2 áudios (98 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 06:21)
Meri Viero