Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Amanhã ...

 
Qual primavera estarei aqui.
Não,  eu nunca de fato parti,
mas, oh, deveras, andei, andei...
Fui e voltei vezes tantas, tantas...
Eu sei bem que tu ainda te espantas
C’ a vida que por ai levei
 
envolta em fartos edredons,
o inverno tem lá os seus tons,
às vezes cinza, talvez âmbar...
Essa aquarela eu preferi, 
eu nunca de fato parti
exceto os versos a voar...
 
Ah, foi o vento, o vento de outono,
sim, foi ele que levou o meu sono
quando partiram os meus versos.
Mas eu fiquei ali, ali no chão
c’ as folhas na palma da mão
e chorei todos os reversos.
 
Qual chuva rolei pelas ruas
num verão qualquer, costas nuas,
poema no corpo molhado...
Gritei, gritei feito trovão,
mas não parti, ficou a ilusão,
versos pingando no telhado...
 
Será primavera amanhã
descerei a escada com afã
para lhe encontrar com as rimas
nos olhos, vestido amarelo
com flores, franjas caramelo,
correndo nas veias o clima...
 
E tu, não te espantes jamais
quando o poema em madrigais
cair-te aos pés na alvorada
quando chegar a primavera.
Ah! Saberás pela atmosfera
que apenas cheguei com a florada.
 

JUSTIFICTIVAS
PS.: Passei a tarde criando esse poema para reverenciar a primavera que chega amanhã finalmente. E inclusive esse vestido que estou usando eu fiz também para a chegada da primavera amanhã. Só que usei hoje porque só saio aos domingos para ir a missa rsrs. Para mim reverenciar as estacões do ano é muito importante . É uma forma de louvar a Deus  e rezar por todos os ciclos que passamos . Os ciclos da natureza e da vida. Cada um tem sua beleza e tem também as intempéries. Mas tudo faz parte e devemos agradecer por tudo. Que venham as flores caros amigos e muitas inspirações. Estou feliz porque minha inspiração voltou pra casa. Essa menina danada se lembrou de mim  e para castigá-la pelo sumiço quero esganá-la com versos. Kkkk  Feliz primavera meus doces amigos recantistas. Até...
 
 
 
INTERAÇÃO DO QUERIDO MESTRE POETA E AMIGO JACÓ FILHO. Obrigada mestre pela honra de sua interação.





INTERAÇÃO DO QUERIDO POETA TROVADOR DAS ALTEROSAS. Obrigada  Trovador pela honra de sua interação. Valeu imensamente.




 
Sonia de Fátima Machado Silva, Jacó Filho e Trovador das Alterosas
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 22/09/2019
Reeditado em 23/09/2019
Código do texto: T6751392
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia de Fátima Machado Silva
Coromandel - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
1246 textos (51360 leituras)
12 áudios (567 audições)
2 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 01:18)
Sonia de Fátima Machado Silva

Site do Escritor