Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhei a Janela

Belém, 16 de março de 2019


Ei você!
O da carteira quebrada
Ei tu aí!
A da sandália gastada
Ó você!
Que aqui chegou molhada
Ei rapá!
Dessa barriga brocada

Ei Psiu!
Que defendeu sua tese!
Ei me olha!
Com TCC e prece
Eu disse que essa dissertação saía
parto de ideias parida
movida a pipoca Pantera
Olha a janela

Ei tu!
Tá sem dinheiro pro almoço?
Ei você!
tanta olheira seu moço?
Ei mulher!
dor de cabeça e no osso?
Psite!
Sem açaí do grosso?
Ei você!
Que andas até insosso

Eii Tu!
Que pegou o diploma!
Ei você!
Que seus pais orgulha!
Eu disse que teu olhava lembrava
herói ou heroína que saíram do nada
movidos a bombom de sonho
Olhai a janela

Ei você!
Que borrou o caderno
Ei Psiu!!
Que te será eterno
O carinho dos teus afagou o choro
pranto plantado para regar a árvore
sábia cujas folhas agora balançam ao vento
Olhai a janela...
Pantoja Ramos
Enviado por Pantoja Ramos em 12/04/2019
Reeditado em 19/10/2019
Código do texto: T6621778
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pantoja Ramos
Belém - Pará - Brasil, 44 anos
294 textos (10750 leituras)
75 áudios (2405 audições)
38 e-livros (2445 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 09:56)
Pantoja Ramos