Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIDA CAMPESTRE

Amo este cheiro de terra molhada
Pós chuva no fim de tarde enquanto a criançada toda dentro de casa espera a hora do jantar.

Amo o barulho em coro livre da fauna,
Cada espécie com seu canto peculiar,
Umas agrupadas, outras tristes solitárias

Amo como elas se apresentam,
umas se arrastam, outras parecem descansar enquanto flutuam, e há ainda as que sobem, voam tão alto, aponto de não as vermos nunca mais.

Amo o balanço festivo da vegetação,
Umas mais imponentes feito sentinelas, outras rasteiras revestindo o solo qual tapete persa.

Amo o jeito fácil que as corredeiras desembocam, cortinando de esperança a aridez do solo umedecendo folhagens secas e torrões.

Amo o jeito improvável da natureza refazer pinturas, desabrochar pétalas e reconstruir caminhos,
Isto aqui bem aproveitado é um paraíso.
Joanilson Mendes
Enviado por Joanilson Mendes em 23/02/2021
Reeditado em 01/03/2021
Código do texto: T7191579
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Joanilson Mendes
Itacoatiara - Amazonas - Brasil, 41 anos
134 textos (3762 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/21 14:16)
Joanilson Mendes