Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vai

A vida, vívida, (re)vive as evidências,
de um viver vulgar...
Vilipêndios vários, vezes tantas.

Vivemos assim nossas vidas.
Veja, eu vagando vadio, vazio ao vento.
Verdades vãs.

Volto ao véu do vão valor venal,
que nada vale e
do amor que não veio.

Vai, veste-se da viril vontade e
vomita vícios e vestígios num viés vergonhoso.
Vagidos vorazes no véu e no vácuo vacal.

 E vozearei nossa virtude no verniz.
VALBER DINIZ
Enviado por VALBER DINIZ em 18/02/2021
Código do texto: T7187382
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
VALBER DINIZ
Paranoa - Distrito Federal - Brasil, 50 anos
162 textos (5416 leituras)
2 e-livros (48 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/21 14:25)
VALBER DINIZ