Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
CORAÇÃO EM SILÊNCIO
(Sócrates Di Lima)

Como o lago sereno,
Em meio ao nada,
Meu coração anda pequeno,
Em coluio com minha alma calada.

Apenas refrete os desejos,
De ser novamente possuido,
Nas tardes em despejos,
Liberta a saudade em vapor perdido.

Como quem sugado pelo Sol,
Em nuvens esparsas e escuras,
Como murcho e caído girassol,
Se dispersa em fissuras.

E espera a noite chegar
Para ser amado pela Lua,
Que no coração em lago sem demorar,
Se deita ela, a Lua toda nua.

E chega a noite embrenhada ,
No silêncio que eu quis,
Uma voz rouca vinda de longe acarinhada,
Trazendo-me esperanças em risca de giz.

Como o lago em cor de esperança,
Ao dia se alinha ao tempo em clemência,
Onde a paz se encarrega da abundância,
Para que o meu coração quebre o silêncio.
Socrates Di Lima
Enviado por Socrates Di Lima em 17/02/2021
Código do texto: T7186652
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Socrates Di Lima
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
8575 textos (687190 leituras)
297 áudios (11247 audições)
1 e-livros (75 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/21 08:43)
Socrates Di Lima