Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vista de fora

As vezes minha alma abre sua janela
Para ver lá fora de mim, a vida
Fora do que sou ou do que me imagino ser
Dai a vida vem tão abruptamente
Me invadir
Que derrama seus entulhos
De fora para dentro
Tentando preencher o espaço arrumadinho
Que minha alma jamais imaginou
Um dia ser invadido
Por retorcidos galhos e lágrimas coloridas
Mandadas pelo mundo de fora
Para ensinar-me que nem sempre
Tudo é como eu imaginei...

MARIA CÉLIA PINHO
08/09/19
Direitos autorais reservados
Célia (MALINE)
Enviado por Célia (MALINE) em 08/09/2019
Código do texto: T6740470
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Célia (MALINE)
Itupeva - São Paulo - Brasil
494 textos (9467 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/01/20 03:47)
Célia (MALINE)