Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A lei

Todos se foram: os amigos, as glórias, os amores .

Ultimamente, andava muito só.
0 tempo custava a passar e o Sol
parecia nublado... 0 passo era lerdo, curto...
O corpo curvado, caído, parecendo um fardo. . .
E a bengala já era preciso...
Mesmo assim, nunca estivera apático a tal ponto.
0 tempo estava vazio e parado, nem mais havia recordações .

A melancolia invadira o velho depois de tantos anos.
A carne multiplicada, desvanecia...
O ar era morno, as pessoas novatas, o infarto novo.
A vida cansava cada vez mais as rugas e as cãs
que já acenavam para o velho com a novidade da morte...

Naquele dia um sorriso tênue
se conjugou ao olhar triste do velho forte,
pela ultima vez...
Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 17/08/2019
Reeditado em 18/08/2019
Código do texto: T6722404
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1622 textos (40460 leituras)
90 áudios (542 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 17:54)
Eligio Moura