Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

prolegômenos

Numa ode simbólica
Semi metafórica
Vi você em meio à multidão
Um feixe de luz
Que inerva
perante
O caos da vida moderna

Me inebriei
De mil cores te pintei
Em mim absoluto,
plácido-insensato Sentimento
Gritava para que não houvesse
Tempo
Para que o tempo corresse

Logo percebi
Eu era seu,
era tudo que eu precisava ser
não se tratava de
mergulhar
em Piscina ou rio ou mar
Era imensidão além compreensão
Cosmos,
vastidão a decifrar

Em meio as incertezas tive a certeza
Das borboletas que me despertava
Precisava desse universo, não apenas
Um pouco
queria fazer-me contraparte
Em constante comunhão com a arte
Que é a tua perfeição

São mais de 5 milhões
De Minutos desde então
E quanto mais o tempo passa
E você me abraça
Mais eu sou todo coração
Rangel Paiva
Enviado por Rangel Paiva em 22/07/2020
Código do texto: T7013863
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Rangel Paiva
Mari - Paraíba - Brasil, 26 anos
111 textos (1923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 19:17)
Rangel Paiva