Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma manhã

Uma manhã enquanto as folhas caiam
Vi o fio de minha vida esvaindo-se
Junto às folhas vermelhas que iam sumindo
Enquanto os ventos e brisas para ela sorriam

Uma manhã observando meus cabelos
que de branco iam me tingindo
sem pensar no hoje ou no amanhã
me percebi ali somente para vê-los

Uma manhã minha pele enrugada
me fez uma pergunta simples
uma pergunta sabida por mim
mas nunca antes questionada

Uma manhã me vi velho como o carvalho
não tão alto é claro, e muito menos sábio
mas somos iguais, velhos e enrugados
sábios do nosso modo sob o orvalho

Uma manhã estarei estático e vazio
um casulo aberto deixando voar no horizonte
uma vermelha mariposa que dança constante
não mais o escuro do casulo, adeus frio

Uma manhã essa mariposa batera em sua janela
só te caberá olhar para ela, e sorrir vazio
pensando no dia que te caberá voar junto dela
vendo a vida e o mundo do lado de lá da janela
Abimaleh Green
Enviado por Abimaleh Green em 13/05/2020
Código do texto: T6945987
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Abimaleh Green
Itapecuru Mirim - Maranhão - Brasil, 28 anos
63 textos (408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 02:03)
Abimaleh Green