Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Claustrofobia

caos
mil vezes caos
punhal cravado no peito
sorriso com medo
não respiro direito
desde cedo

inspiro - expiro
PANDEMIA

mal começou o dia
milhares de mortes
o jornal anuncia
notas, pseudonotas
melodia,
narração fantástica
de nossa compulsória aposentadoria

inspiro-expiro
HISTERIA

Enquanto se morre
mais do que se nasce
em mim morre
mais do que nasce
alegria

o eu
contaminado pelo invisivel
me faz tão previsível
sentidos esfacelam-se
sentimentos adoecidos me traem
excomungado do próprio corpo
algo como um pouco de alma
cai

Rangel Paiva
Enviado por Rangel Paiva em 15/04/2020
Código do texto: T6917829
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Rangel Paiva
Mari - Paraíba - Brasil, 26 anos
111 textos (1922 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 00:32)
Rangel Paiva