Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MANHÃ DE OUTONO

MANHÃ DE OUTONO

Indiferente a reclusões
A vírus e dores
A silêncios ensurdecedores
A medos de morte
A dias sem sorte
A lágrimas de perdas
A posturas inadequadas
A arautos do caos
A defensores de A
A detratores de B
O dia amanhece
Num azul lindo e profundo
Num ar ameno e respirável
O outono chegou
E apesar dos pesares
Traz em seus ares
Vida que jamais fenece
E tal qual na prece
O Pai Nosso está
Acima de nossas vontades
Na terra e no céu
 
Arjofe
Enviado por Arjofe em 26/03/2020
Código do texto: T6897408
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Arjofe
Taubaté - São Paulo - Brasil, 69 anos
3872 textos (79968 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/04/20 19:55)
Arjofe