Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POSSIBILIDADE

Possibilidade

Sou como a casa vazia...
Partiram em revoada,
todas as rimas, poesia,
que em mim faziam morada...

Roldana a rolar vadia,
já não alcança o veio da água
e traz o balde sem pio...
Tristeza mansa me afaga...

Talvez nesta noite escura,
uma estrela me sorria...
Talvez incite a ternura,
que esculpe a velha alegria...

Teu rosto em doce torpor,
pela noite se insinue...
Embriague-me de amor...
De feliz, até flutue...

ANA MARIA GAZZANEO
Enviado por ANA MARIA GAZZANEO em 23/01/2020
Código do texto: T6849081
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
ANA MARIA GAZZANEO
Bragança Paulista - São Paulo - Brasil
1592 textos (42004 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 18:58)
ANA MARIA GAZZANEO