Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Afogado no sonho

Como fumaça, passa o anoitecer.
Esvaziando a noite calma e quente.
Barulhos e vibrações que assombram,
Como uma infernal noite ardente.

Copos d'água que afogam,
Bebo o bastante para manter-me submerso,
É como se as lembranças do passado,
Fizessem com a minha mente, um universo.

Do calor corporal, busco refúgio.
Asseio-me em água fria,
No chuveiro, reflexões profundas.
Mergulho intensamente em euforia.

De repente, o chuveiro torna-se um mar
Tão fundo quanto meus sentimentos,
O sono me torna um náufrago cansado,
Não há como escapar, sem lamentos.

Sem ar, pulmões a beira de estourar,
Nado até a superfície, mas algo me agarra.
Sou refém das minhas memórias,
Que me puxam e me amarram.

Debaixo da água fria como o coração das pessoas,
Dentre as algas escorregadias como a lábia de um corrupto,
Os peixes se alimentam de mim, como esfomeados em guerra,
Repetindo o ciclo ininterrupto.

Num simples piscar de olhos, perco a visão.
Afundo mais e mais, sentindo a pressão.

Meus pequenos farelos mergulhados, em uma só fungada,
Percebo num instante que me afoguei em um copo d'água.
Sarubi
Enviado por Sarubi em 05/01/2020
Código do texto: T6835244
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Sarubi
Manaus - Amazonas - Brasil
41 textos (828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 09:47)
Sarubi